O que pensam os nossos estudantes

Com o acesso à internet, cresceu a sensação de que a escola está cada dia mais desconectada da realidade

Por Maurício Xavier (colaboraram Flora Monteiro e Nathalia Zaccaro)

Capa 2255 - Colégio Anhanguera

Sala de uma das unidades do Colégio Anhanguera: estudantes de escolas particulares e públicas pedem mudanças no ensino

Na cena de abertura do clássico juvenil “Curtindo a Vida Adoidado”, de 1986, o anti-herói Ferris Bueller dispara: “Hoje eu tenho uma prova sobre socialismo europeu. Tá, e daí? Eu não sou europeu nem planejo ser, então quem se importa com isso?”. Passaram-se quase trinta anos e os adolescentes continuam reclamando do que é ensinado: a diferença está no motivo do mau humor. A rebeldia pura e simples deu lugar à preocupação de aprender algo que seja relevante em um mundo cada vez mais competitivo. A sensação que eles têm de que a escola está cada dia mais desconectada com o mundo real ficou ainda maior com o acesso à internet. Com isso, o professor deixou de ser a única fonte de informações e os estudantes questionam muito mais o conteúdo das matérias. “O ensino deveria ser todo diferente, com assuntos mais úteis para o nosso dia a dia”, afirmou um aluno do 3º ano do ensino médio de uma escola particular que participou dos debates de VEJA SÃO PAULO.

Segundo especialistas, os estudantes têm razão em suas queixas sobre o modelo atual de aprendizado. “Nosso currículo é inútil, temos uma jornada imensa e uma tradição de ensinar coisa difícil: um livro de biologia é quase uma tese de doutorado”, afirma o economista Claudio de Moura Castro, especialista em educação e articulista de VEJA. As escolas, por seu lado, se defendem apontando o dedo para as faculdades. “A obrigação de preparar para o vestibular é uma amarra que empobrece o aprendizado”, opina o diretor do Colégio Vértice, Adilson Garcia.

É grande a sede dos jovens de hoje por informação. Em 2010, a Secretaria Municipal de Educação fez um levantamento no ensino fundamental sobre os motivos que levam os alunos a gostar da escola: 78% afirmaram que o mais atraente é o que aprendem. Alguns colégios buscam alternativas para motivá-los. “Duas vezes por ano, mudamos os horários e a divisão de turmas por faixa etária. Em determinados casos, o aluno se torna o responsável por trazer o conteúdo”, diz o diretor da unidade Cerro Corá do Colégio Oswald de Andrade, Harlei Florentino. Nesse processo de renovação, um desafio importante será recuperar o prestígio dos professores. Na pesquisa de VEJA SÃO PAULO, 54% dos entrevistados declararam que não abraçariam a carreira do magistério em hipótese alguma. “Existe um desgaste, e um exemplo é essa mania de chamar o professor de tio, que descaracteriza o profissional”, afirma o diretor da Escola Técnica Estadual de São Paulo, Carlos Augusto de Maio.
O que eles dizem

“Eu nunca teria coragem de ser professor; nenhum dos alunos respeita o serviço dele.”
3º ano do ensino médio, escola pública

“Eu amava estudar, mas me decepcionei tanto com a escola que hoje só faço o que é preciso para passar de ano.”
3º ano do ensino médio, escola pública

“Minha mãe nunca foi a uma reunião na escola. É uma pena, porque, se eu fosse cobrada, renderia mais.”
3º ano do ensino médio, escola pública

“A aula de artes deveria ser pegar um quadro e desenhar, e não ficar decorando nome de pintor.”
9º ano do ensino fundamental, escola particular

“Tem aula que é uma várzea, o professor simplesmente não dá a matéria.”
3º ano do ensino médio, escola particular

“Sou um lixo em matemática, não entra na minha cabeça, sou obrigada a estudar e nunca vou usar.”
3º ano do ensino médio, escola particular

Fonte: http://vejasp.abril.com.br/especiais/opiniao-estudantes-paulistanos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s